Webber assume que torceu contra chuva nas voltas finais



  • o australiano mark webber comemorou muito, como não poderia deixar de ser, a vitória de hoje no grande prêmio de mônaco, que entre outras coisas, quebrou um recorde histórico da fórmula, afinal ele se tornou o sexto piloto diferente a vencer nas seis primeiras corridas do ano. com facilidade no início e dificuldade no fim, webber torceu apenas para que não chovesse no final.

    “estou me sentindo incrivelmente bem. foi uma corrida muito interessante. no começo foi razoavelmente simples, apenas administrando os pneus super macios e a vantagem para nico [rosberg, o segundo colocado], já que tínhamos uma boa vantagem para os outros”, comentou o australiano. “já na sequência estava difícil conseguir a temperatura ideal dos pneus menos macios. seb [vettel] tinha pneus ainda e ele realmente estava forçando. eu achei que estava ficando interessante e que ele não teria como abrir mágicos 20 segundos, que seriam suficientes para que ele parasse e ainda assim conseguisse a vitória”.

    no final da corrida houve ameaça de que uma garoa atrapalhasse o plano dos líderes hoje em mônaco, e como confidenciou o vencedor do dia, ele não queria que isso acontecesse. “fernando [alonso] me disse vindo para cá que houve momentos em que ele estava rezando para não chover, e quando começou eu disse ‘não, não, não’, já que para o primeiro colocado é sempre mais difícil”.