Ex-presidente da toyota morre aos 100 anos



  • [![](http://www.carpointnews.com.br/wp-content/uploads/2013/09/149551-500-0.jpg "149551-500-0")](http://www.carpointnews.com.br/wp-content/uploads/2013/09/149551-500-0.jpg) foto: divulgação faleceu ontem (17) aos 100 anos de idade eiji toyoda, conselheiro da toyota e sobrinho do fundador da montadora japonesa,sakichi toyoda. em nota, a montadora disse que a causa de sua morte foi uma parada cardíaca. eiji presidiu a toyota de 1967 a 1982, e depois disso continuou sendo chefe do conselho, até se tornar conselheiro, cargo no qual ficou até sua morte. eiji toyoda nasceu em 12 de setembro de 1913, na cidade japonesa de nagoya, é o segundo filho do casal heikichi e nao toyoda e se formou em engenharia na universidade de tóquio, em 1936\. o executivo teve um papel representativo na toyota ao fazer de uma empresa familiar de tecelagem a maior companhia de automóveis do mundo. dizem que o nome toyota foi escolhido para não comprometer a empresa de tecelagem da família, que se chamava toyoda. antes de alcançar o alto escalão, eiji foi supervisor de plantas, fiscalizando o funcionamento de máquinas e fazendo planejamento de produção. quando assumiu a direção da montadora, em 1945, permaneceu na indústria até que em 1950, se tornou responsável pelas operações de vendas e marketing da montadora. nesse cargo, ele incentivou a fabricação de modelos compactos e esportivos nos anos 60 e 70\. na década de 80, desenvolveu modelos de luxo para concorrer com montadoras como mercedes-benz e bmw, assim fundando a lexus em 1989. foi durante a gestão de eiji que surgiu o toyotismo,modelo de produção capitalista do japão, criado pelo engenheiro taiichi ohne durante o período da segunda guerra mundial. esse estilo se caracteriza pelo just in time, modo de produção que se caracteriza pela redução de estoques e um volume de produção restritos. o toyotismo fazia oposição ao modelo fordista, em que o estoque e volume de produção são elevados.

Entre para responder