Montezemolo diz que mau-humor tirou alonso da ferrari



  • lucadimontezemolo

    de acordo com o italiano luca di montezemolo, o espanhol fernando alonso acabou se tornando mal-humorado quando percebeu que a ferrari necessitava passar por mudanças.

    o ex-presidente da escuderia de maranello rebateu as declarações dadas por sergio marchionne, atual comandante da marca italiana, de que ele foi o primeiro a pensar na contratação de sebastian vettel.

    “o primeiro a falar sobre vettel na ferrari foi michael schumacher. foi no verão (europeu de 2013) em que ele iria substituir felipe massa. ele disse ‘sebastian seria perfeito para vocês’. stefano domenicali o queria a qualquer custo. ele o levou à minha casa em bolonha, e vettel apareceu com uma caixa de chocolates suíços”, disse.

    “marco mattiacci deu sequência ao trabalho, e quando marchionne viu que alonso havia se tornado mal-humorado, manifestando continuamente sua falta de confiança na equipe, nós decidimos mudar”, revelou.

    ainda, segundo montezemolo, a chegada de vettel trouxe benefícios esportivos e também financeiros à escuderia de maranello.

    “vettel certamente ganha menos do que alonso havia pedido pela renovação. e então, maurizio arrivabene realmente ajudou a impor um clima novo e positivo”, concluiu.


Entre para responder