Yamaha defende rossi: marquez provocou deliberadamente



  • ![](http://carxpressmag.com/wp-content/uploads/1445883751_motogp-malaysian-gp-2015-valentino-rossi-yamaha-factory-racing.jpg) ## lin jarvis, chefe da equipe japonesa, defende italiano e diz que atitudes do piloto da honda levaram paciência do líder do campeonato além do limite o chefe da yamaha na motogp, lin jarvis, foi a público para falar sobre o incidente que dominou as manchetes no gp da malásia, o choque entre valentino rossi e marc marquez na sétima volta da prova em sepang – o italiano, punido pelo incidente, larga em último no gp de valência, etapa final da temporada 2015. para jarvis, marquez resolveu se vingar das acusações de rossi sobre uma suposta preferência do atual bicampeão pelo título de jorge lorenzo. além disso, o dirigente acredita que o incidente na corrida malaia foi fruto do esgotamento da paciência do líder do campeonato.  “acredito que o que vimos foi a vingança de marc marquez em relação ao que valentino disse para a imprensa. se você reparar nos movimentos de marc, não há nada de ilegal. é necessário, porém, ver a situação como um todo e questionar a motivação, o estilo de pilotagem. marquez provocou valentino deliberadamente”, disse. “isso gerou uma frustração muito grande em valentino, que perdeu a paciência e fez uma manobra equivocada ao tentar jogar marc para fora da pista. infelizmente, marc decidiu que iria contornar a curva e acertou a perna (de rossi), o que causou a queda (de marquez)”, afirmou. jarvis, entretanto, reconheceu que a punição imposta ao italiano foi justa, apesar de a yamaha ter entrado com uma apelação, negada pela federação internacional de motociclismo. “valentino executou uma manobra que foi considerada ilegal dentro da corrida e, por isso, recebeu a punição”, completou.

Entre para responder