Em novo 1-2, porsche conquista título de construtores no wec



  • carro #17, de mark webber, brendon hartley e timo bernhard, conquista quarta vitória consecutiva e trio amplia liderança no campeonato de pilotos; lucas di grassi termina em quarto

    a temporada 2015 do mundial de endurance já tem um campeão entre os construtores. neste domingo (1), a porsche fez mais uma dobradinha, com o #17, do trio mark webber, brendon hartley e timo bernhard vencendo as 6 horas de xangai, à frente do #18 de romain dumas, neel jani e marc lieb.

    enquanto a chuva caiu na pista chinesa, houve muita disputa e equilíbrio entre porsche e audi, mas conforme a pista secou a superioridade dos 919 hybrid ficou evidente e o 1-2 foi obtido, mesmo com a equipe de ingolstadt tendo arriscado a mudança para os slicks antes do time de stuttgart e conseguido se colocar novamente na disputa.

    com a quarta vitória consecutiva do #17 e os pontos conquistados em xangai, a vantagem da porsche sobre a audi é de 70 pontos – com apenas mais uma etapa pela frente, a equipe de ingolstadt não tem mais chances matemáticas e, portanto, a turma de stuttgart se sagra campeã dos construtores no segundo ano na lmp1.

    para a audi, no entanto, ainda resta a briga pelo campeonato de pilotos. o #7, de andre lotterer, benoit treluyer e marcel fassler, que terminou em terceiro, chegará ao bahrein com chances de título – apenas eles e o trio do #17, que lidera o campeonato com uma vantagem de 12 pontos, brigam pela taça. o #8, de loic duval, oliver jarvis e lucas di grassi terminou a prova em quarto lugar.

    pela lmp2, a vitória ficou com o #36, da signatech alpine, com o trio nelson panciatici, paul-loup chatin e tom dillmann, que conquistaram o primeiro triunfo no wec. o segundo lugar ficou com o #26 da g-drive, de sam bird, julien canal e roman rusinov, que levam para o bahrein uma vantagem de 16 pontos sobre o trio do #47 da kcmg, formado por nick tandy, matthew howson e richard bradley – que terminou a prova em terceiro na classe.

    o terceiro lugar era do outro carro da g-drive, o #28 de ricardo gonzalez, gustavo yacaman e pipo derani, mas gonzalez rodou na última volta e abandonou a disputa.

    “foi um dia difícil. fiquei no carro por quase três horas. liderei a prova e fiz o que eu pude, entregando o carro entre os primeiros, na briga pelo pódio. mas, infelizmente, na última volta, o ricardo acabou rodando. ele vinha sob pressão do quarto colocado, que estava chegando. a pista estava começando a secar, só com o lado de fora molhado e os pilotos já usando pneus slick”, disse derani, que deixa de completar uma prova do wec pela primeira vez.

    na lmgte-pro, a vitória ficou com o porsche 911 #91, de richard lietz e michael christensen. com o resultado, lietz se aproxima do título na classe ao estender a vantagem na liderança para 18 pontos. para o brasileiro fernando rees, que divide o aston martin #99 com richie stanaway e alex macdowall, o domingo não foi dos melhores e o trio terminou a prova em quinto.

    a lmgte-am, assim como a lmp2, também viu trio estreando no topo do pódio, com a vitória do #81 da af corse, de francois perrodo, rui aguas e emmanuel collard.

    as 6 horas do bahrein, última prova da temporada 2015 do wec, acontece no dia 21 de novembro.

    confira o resultado final:


Entre para responder