Montreal pode deixar fórmula 1 em 2014 se não investir em reformas



  • os diretores do circuito gilles villeuneuve, que recebe o gp do canadá, foram avisados que precisarão investir cerca de 11 milhões de euros em obras de modernização caso não queiram perder a etapa do mundial de fórmula 1\. segundo informações do jornal local la presse, o detentor dos direitos comerciais da fórmula 1, bernie ecclestone, teria iniciado as negociações para que o atual contrato, que vence em 2014, seja renovado. o artigo explica que, tendo em vista a advertência dada por ecclestone, o prefeito de montreal gerald tremblay teria apelado aos funcionários do governo canadense que conseguissem levantar o dinheiro necessário. o artigo ainda observa que os três níveis do governo e também os organizadores da prova de fórmula 1 estão em negociações. “é prematuro falar sobre isso já que ainda temos dois anos do contrato atual. começamos algumas conversas mas eu honestamente não sei onde isso vai dar”, comentou o organizador da prova françois dumontier. “o circuito permanente e a torre tem 25 anos de idade, então é claro que a modernização é um elemento importante para a renovação do contrato, mas parece muito cedo para falarmos em valores”.

Entre para responder