Na lotus, raikkonen em 12º e grosjean em 7º decepcionam



  • o finlandês kimi raikkonen era um dos candidatos para ser o sétimo vencedor diferente nesta temporada 2012 da fórmula 1. o gp do canadá até proporciona algumas surpresas, mas a eliminação no q2 e a décima segunda posição no grid de largada não ajudam muito o homem de gelo, que lamentou problemas com o diferencial do carro.

    “obviamente é decepcionante ser eliminado no q2, mas tivemos alguns problemas com o diferencial, o que significa que o carro não se comportou como deveria”, comentou o finlandês. “quando o grid é muito apertado faz uma grande diferença não ter o carro exatamente como se gosta. ainda assim não tivemos problemas em ritmo de corrida e temos pneus super macios, por isso espero que façamos tudo certo amanhã”.

    já o francês romain grosjean conseguiu uma classificação para o q3 e a sétima posição no grid, o que lhe permite vislumbrar um cenário melhor para a corrida de amanhã. e apesar da boa colocação ele lamenta um erro na última volta.

    “com certeza esperávamos um pouco mais da qualificação, mas este é um circuito complicado de se acertar e a variação nas condições climáticas entre ontem e hoje não ajudou”, lamentou o francês. “nos adaptamos melhor às temperaturas mais quentes, mas não fomos tão bem quanto pensávamos. o carro estava forte, mas minha última volta poderia ter sido um pouco melhor, o que é uma pena”.