Dirigentes reclamam de longo calendário para 2014



  • ![christian horner](http://amigosdavelocidade.uol.com.br/wp-content/uploads/2013/10/chistianhorner.jpg) o calendário de 2014, que terá 22 corridas, foi alvo de criticas por parte do chefe de equipe da red bull, christian horner. o dirigente julga que a quantidade de eventos está acima do limite aceitável. todos nós reconhecemos que 22 gps estão além do limite, pela tensão imposta no time e na comitiva que segue a f1, disse. se você faz 22 gps na classe econômica, viajando pelo mundo, e indo uma semana antes da corrida e voltando alguns dias depois, a temporada fica muito difícil. para mim, o número ideal é 20\. esse é o ponto de saturação. mas entendo por que bernie [ecclestone] quer mais datas, comentou. o inglês cita como exemplo o trecho entre monaco, new jersey (eua) e montreal (canadá) que será feito em três finais de semana consecutivos. é possível transportar o equipamento, claro que é possível. mas vamos ver. o calendário mudou muito ao longo das últimas semanas, e tenho certeza que, antes do fim do ano, haverá novos ajustes, resslatou. martin whitmarsh, da mclaren, é outro que apoia a manifestação de horner a respeito do elevado numero de provas no próximo ano. todo mundo vai ficar com dor no pescoço, um vai-e-volta, mas estamos habituados com isso, explicou o diretor da mclaren, martin whitmarsh. se você presumir que uma porção destes circuitos será reprovada, que duas ou três datas não vão acontecer – dá para imaginar quais as três “ há alguns intervalos desalinhados na temporada. a programação está muito espalhada, com essas lacunas bem dolorosas no meio dela, comentou. o calendário de 2014, que terá 22 corridas, foi alvo de criticas por parte do chefe de equipe da red bull, christian horner. o dirigente julga que a quantidade de eventos está acima do limite aceitável. todos nós reconhecemos que 22 gps estão além do limite, pela tensão imposta no time e na comitiva que segue a f1, disse. se você faz 22 gps na classe econômica, viajando pelo mundo, e indo uma semana antes da corrida e voltando alguns dias depois, a temporada fica muito difícil. para mim, o número ideal é 20\. esse é o ponto de saturação. mas entendo por que bernie [ecclestone] quer mais datas, comentou. o inglês cita como exemplo o trecho entre mônaco, new jersey (eua) e montreal (canadá) que será feito em três finais de semana consecutivos. é possível transportar o equipamento, claro que é possível. mas vamos ver. o calendário mudou muito ao longo das últimas semanas, e tenho certeza que, antes do fim do ano, haverá novos ajustes, ressaltou. martin whitmarsh, da mclaren, é outro que apoia a manifestação de horner a respeito do elevado numero de provas no próximo ano. todo mundo vai ficar com dor no pescoço, um vai-e-volta, mas estamos habituados com isso, explicou o diretor da mclaren, martin whitmarsh. se você presumir que uma porção destes circuitos será reprovada, que duas ou três datas não vão acontecer “ dá para imaginar quais as três “ há alguns intervalos desalinhados na temporada. a programação está muito espalhada, com essas lacunas bem dolorosas no meio dela, comentou.

Entre para responder