Smedley não credita a paradas o resultado mediano da williams na hungria



  • ![smedley](http://amigosdavelocidade.uol.com.br/wp-content/uploads/2014/05/smedley1.jpg) o diretor da williams, rob smedley, acredita que a estratégia de paradas de box adotada pelo time neste domingo em hungaroring não foi um fator decisivo para o resultado da equipe. no entendimento do australiano, em momento algum havia uma chance de vitória ou pódio e sim que os problemas apresentados pleo modelo fw36 foram determinantes para um rendimento inferior. 'não acho que a gente tenha jogado uma grande chance no lixo. sem nenhuma dúvida, o grande problema nosso era o ritmo do carro', falou. 'nas últimas quatro provas, nós éramos o segundo melhor carro, de uma hora pra outra viramos o quinto, não é assim tão fácil. precisamos trabalhar, entender porque nosso carro rende pior em pistas como a da hungria. fomos bem no sábado, quando a pista estava quente, a temperatura caiu e nós pioramos muito',  acrescentou. 'com certeza não fizemos um grande trabalho, mas não acho que tudo que a gente tenha feito tenha dado errado. os dois pilotos conseguiram pontos, não foi do jeito que queríamos porque ficamos atrás de ferrari e red bull', concluiu.

Entre para responder
 

});