Primeira volta - hyundai grand santa fe 2014



  • fotos: marcus lauria

    campos do jordão -a hyundai tem participação em quase todos os segmentos do mercado, desde o hatch compacto até os suvs de grande porte. para substituir o ver cruz, a marca fez uma ótima jogade de marketing e criou uma versão alongada do santa fe, o grand santa fe. com linhas robustas e muita tecnologia a bordo, o modelo chega para fazer a diferença no mercado que anda cada vez mais aquecido para esse segmento.

    o grand santa fe é 22,5 cm mais longo e com entre eixo 10 centímetros maior do que a santa fe normal . toda essa pequena diferença já é suficiente para para aumentar o espaço interno, capacidade do porta-malas e o conforto dos passageiros. tudo bem estudado pelos engenheiros da hyundai.

    segundo a marca, vários elementos do design foram desenvolvidos exclusivamente para a grand santa fe, a começar pela grade dianteira com quatro barras horizontais e os grandes faróis de neblina, que se destaca nas extremidades do para-choque. visto de lado, o suv mistura linhas sóbrias com outras mais ousadas, ali se destacam a linha da cintura alta e as enormes rodas de liga leve euroflange de 18 polegadas com desenho exclusivo. da coluna b até a traseira, o design da grand santa fe se diferencia bastante de sua irmã santa fe. olhando a traseira, o diferencial fica por conta das duas ponteiras cromadas do sistema de escapamento, posicionadas nas laterais.

    se por fora o grand santa fe já chama a atenção, por dentro a marca não deixou nada a desejar para os clientes da marca. caprichado e bem acabado, o interior preza pela qualidade dos materiais utilizados e a excelente ergonomia. para essa versão alongada o espaço para os ocupantes é prioridade. a acomodação dos passageiros da segunda e terceira fileiras de assentos foi substancialmente melhorada, com aumento considerável no espaço para as pernas. todos os bancos são forrados de couro de alta qualidade e os dianteiros dispõem de ajustes elétricos de posicionamento.

    a posição de dirigir é fácil de achar e a altura do veículo ajuda na visualização externa. detalhes como o volante do grand santa fe tem design esportivo, com três raios e acabamento em dois tons, também com forração em couro assim como a manopla do câmbio, são o chamariz para se sentir bem dentro do carro. no console central, o motorista conta com a grande tela multifuncional integrada à câmera traseira que facilita as manobras de estacionamento. o teto solar panorâmico proporciona uma luminosidade especial ao interior do carro e conta com cortina deslizante para isolamento contra o excesso de sol.

    os assentos traseiros, que são rebatíveis total ou parcialmente na proporção 40:20:40 facilitam o acesso ao interior do veículo. desta forma, quando o número total de ocupantes for cinco, é possível aumentar a capacidade do porta-malas ou utilizar os bancos de forma diferente, abrindo espaço ao seu lado para itens longos, como pranchas de surf ou tacos de golfe, por exemplo. um item adicional de conveniência é a operação elétrica e sem esforço da grande tampa do porta-malas.

    o interior oferece também um grande número de compartimentos e dispositivos para acomodação de objetos dentro da cabine, dentre eles porta-óculos no console do teto dianteiro, dois porta-copos dianteiros e dois traseiros, prateleira sob o painel dianteiro e bolsas nos encostos dos assentos da frente. o ar-condicionado com duas zonas garante conforto para os ocupantes. o equipamento inclui um sistema de desembaçamento que detecta o nível de umidade no interior do carro e dirige o fluxo de ar automaticamente para o para-brisa quando necessário. outro componente importante é o ionizador, que gera íons com carga negativa para purificar a atmosfera interna sempre que o sistema de climatização for utilizado.

    sob o capô, está o elástico e bem resolvido motor v6 lambda ii de 3.3 litros, que rende suficientes 270 cv de potência e torque de 32,4 kgfm. de acordo com a marca, ele é feito em bloco de alumínio, para contenção do peso do veículo, o motor utiliza um sistema de injeção que eleva o torque ao mesmo tempo em que contém o consumo e as emissões de poluentes. e conjunto está o bem escalonado câmbio automático de seis marchas desenvolvido pela própria hyundai, dotada de sistema shiftronic que permite trocas manuais. sem trancos e com trocas suaves, o câmbio conta com o sistema active eco, que modifica os parâmetros de gerenciamento do motor e transmissão, suavizando a resposta ao acelerador e possibilitando economia de 5% a 7% no consumo de combustível. o modelo avaliado chegou a fazer 11.5 km/l na estrada.

    ele oferece também tração integral permanente e conta com um abrangente sistema de controle de estabilidade, o vsm, vehicle stability management, que coordena eficientemente as funções do controle eletrônico de estabilidade e da direção com assistência elétrica. nas curvas, o suv conta também com o sistema active cornering, com controle de torque e frenagem vetorial. além do sistema driver selectable steering mode da hyundai, com três diferentes modos de operação - comfort, normal e sport. ele é equipada com sete airbags, entre eles protetores tipo cortina nas janelas laterais e um airbag para os joelhos do motorista. os cintos de segurança têm pretensionadores que entram em ação quando uma situação de risco é detectada, firmando os passageiros junto aos bancos para aumentar sua eficiência. seu preço é de r$ 173.900.

    continua na página 2