Reunião por popularidade na f1 foi adiada



  • f1
    a reunião agendada para esta quinta-feira (31), que tinha como objetivo buscar alternativas para recuperar a popularidade da fórmula 1, em queda nos últimos tempos - foi adiada.

    o encontro envolveria na cidade de londres o chefão da f1, bernie ecclestone, marco mattiacci (ferrari), christian horner (red bull), bob fernley (force india) e toto wolff (mercedes). porém, a não-realização deste encontro, segundo o jornal alemão auto bild foi a necessidade de consulta médica de wolff, que se acidentou na última semana em um exercício de bicicleta na cidade de budapeste (hungria).

    'o encontro teria feito pouco sentido sem o chefe da equipe dominante', relatou a publicação alemã.

    contudo, o adiamento da conversa poderia encontrar numa resistência ao nome de flavio briatore, a sua não efetivação. bernie ecclestone quer que o italiano, ex-chefe de equipe da renault e banido do esporte em 2009, lidere um grupo de trabalho a respeito da baixa popularidade da f1, que vê arquibancadas vazias e televisores não sintonizados nas corridas.

    o auto bild diz que a reunião foi remarcada para o próximo sábado (2).