Renault clio perde três estrelas de segurança no latin ncap



  • ![](http://carxpressmag.com/wp-content/uploads/20130830104524100799o.jpg "20130830104524100799o") foto: divulgação o programa de avaliação de carros novos para a américa latina e caribe (latin ncap), do qual a proteste associação de consumidores é parceira, retirou as três estrelas em segurança do renault clio, atribuindo-lhe zero estrela para a proteção dos adultos. o latin ncap tomou  tal medida após constatar que a produção do renault clio foi transferida para a colômbia sem contar com airbags, nem sequer no modelo com equipamento opcional. em 2013, o renault clio mio havia obtido zero estrela para sua versão sem airbags para ocupantes. como resultado do teste de colisão, a renault se comprometeu a comercializar apenas o modelo com airbags para motoristas e acompanhantes, instalados como padrão para a américa latina. por causa desse compromisso e teste de produção, o latin ncap voltou a avaliar o renault clio com airbags para motorista e acompanhante, quando o veículo obteve três estrelas. após tomar conhecimento do rebaixamento na avaliação do clio vendido na colômbia, a renault se comprometeu a incluir airbags de passageiro e acompanhante em fevereiro de 2016\. mas, por enquanto, o latin ncap mantém a classificação zero estrela em relação à proteção dos ocupantes adultos. alejandro furas, secretário geral do latin ncap, destacou: “este é um desenlace extremamente decepcionante para um fabricante como a renault. em outros mercados, atingiram as cinco estrelas para seus modelos. por qu e não cumpriram sua promessa quanto à segurança dos consumidores da américa latina?”. david ward, secretário geral do global ncap, disse: “o latin ncap age de forma certa ao tomar essa decisão sem precedentes, tirando a pontuação da renault por seu modelo clio. é muito decepcionante que um fabricante mundial, como a renault, quebre seu compromisso de melhorar a segurança veicular na américa latina. especialmente neste momento, durante a década de ação pela segurança viária da onu, quando os fabricantes deveriam focar em melhorar o desempenho em segurança”. **fonte:** proteste – associação de consumidores

Entre para responder