Marquez quer paz com rossi: estou de braços abertos



  • ![](http://carxpressmag.com/wp-content/uploads/motogp-czech-gp-2015-second-place-qualifying-for-marc-marquez-repsol-honda-team-and-third.jpg) ## marc márquez se mostra disposto a encerrar polêmica com valentino rossi e diz que encontro só depende da vontade do italiano o final da temporada 2015 da motogp foi dominado pela polêmica envolvendo valentino rossi e marc marquez. com o campeonato encerrado – jorge lorenzo foi o campeão – a poeira parece ter baixado e o espanhol se mostra disposto a colocar o que aconteceu para trás e colocar por terra o clima bélico entre ele e rossi.  “já disse o que tinha que dizer em valência: estou de braços abertos”, afirmou marquez sobre fazer as pazes com o italiano, em entrevista ao diário espanhol _marca_. “entendo perfeitamente a situação. ele perdeu o campeonato e deve estar chateado com muita gente. no fim das contas, somos pilotos de ponta na motogp e sabemos qual é nossa mentalidade. se pudermos vencer, não faremos outra coisa. minha mão está estendida e quando ele quiser (a briga) se encerrará”, disse. marquez disse ainda que não espera corridas mais agressivas em 2016 mesmo diante de tudo que aconteceu na reta final de 2015. “não creio (em mais agressividade nas corridas). mas temos que esperar pra ver, pois muitas coisas mudam para o próximo ano, como os pneus e a eletrônica padrão. além disso, ainda temos toda a pré-temporada pela frente e as motos vão melhorar. o que se quer ver é corrida com ultrapassagens e finais apertados. isso é bonito, é a essência do automobilismo”, afirmou. ### um ano difícil ao contrário dos dois primeiros anos na motogp, quando conquistou o bicampeonato, 2015 foi complicado para marquez – especialmente na primeira metade do ano, quando o espanhol sofreu quedas que o tiraram da briga pelo título. o piloto da honda analisa o próprio desempenho e reconhece que a temporada não foi das mais fáceis. “não sei se o pior ainda está por vir, mas até agora (2015) foi um dos mais difíceis e de maior aprendizado. vínhamos de duas temporadas incríveis e eu já avisava que, cedo ou tarde, as dificuldades viriam. aconteceu neste ano, perdi muita coisa mas aprendi também.  “a primeira metade do campeonato me tirou da briga, mas aprendi que preciso ter paciência quando não estiver totalmente satisfeito com a moto. na segunda metade da temporada as coisas melhoraram e tudo correu relativamente bem”, completou.

Entre para responder