Hamilton critica estratégias e falta de ultrapassagens na f1



  • ![](http://carxpressmag.com/wp-content/uploads/f1-brazilian-gp-2015-lewis-hamilton-mercedes-amg-f1-in-the-fia-press-conference.jpg) ## atual tricampeão escreveu sobre os assuntos em sua coluna na bbc lewis hamilton fez um balanço da temporada 2015 da fórmula 1 e se disse satisfeito com o seu desempenho. no entanto, ao analisar as provas em que foi batido pelo companheiro de equipe, nico rosberg, o inglês disse que a dependência das estratégias e a dificuldade em ultrapassar são fatores negativos na f1 atual. “a temporada teve alguns altos e baixos. eu não a tive sempre nas mãos. é este o jeito que as corridas devem ser. nico esteve na pole nos últimos cinco gps, e mesmo assim eu ganhei três deles. isso diz muito sobre as corridas. e nas duas que eu não venci, eu estive junto dele por toda a prova, só não tive oportunidade de ultrapassar”, escreveu hamilton. para o tricampeão, a fórmula 1 atual está muito focada na dependência das estratégias e em outros fatores além da disputa entre pilotos na pista. para o piloto, isso é “frustrante”. “a dificuldade em conseguir uma ultrapassagem é um dos aspectos da f1 que é frustrante. nico e eu somos autorizados a correr um contra o outro, mas infelizmente o modo como as regras do esporte são definidas nos impedem de fazer isso. não deveríamos depender tento das estratégias. a disputa deveria ser na pista”, disse. “o grande problema é que os seus pneus desgastam, e você não consegue chegar muito perto do carro da frente por que a aerodinâmica do seu carro perde o balanço. foi assim por anos e eu não sei por que mudanças não foram feitas para impedir esse tipo de situação”, afirmou. “a equipe não se importa muito em qual o tipo de corrida que temos, contanto que a gente chegue em primeiro e segundo. é uma boa filosofia a se ter, mas talvez para os fãs não é o melhor. mas este não é o centro do problema. na verdade, são as regras. eu espero que com as grandes mudanças para 2017 alguma coisa seja feita sobre isso”, escreveu.

Entre para responder